Home  |  Contact  

Email:

Password:

Sign Up Now!

Forgot your password?

TUDO EM PORTUGAL
 
What’s New
  Join Now
  Message Board 
  Picture Gallery 
 Files and Documents 
 Polls and Test 
  List of Participants
 BEM VINDOS 
 PRINCIPAL 
 QUEM SOMOS 
 REGRAS DO GRUPO 
 FELIZ NATAL 
 FELIZ ANO NOVO 
 
 
  Tools
 
AMBIENTE-2: Energias tradicionais
Choose another message board
Previous subject  Next subject
Reply  Message 1 of 1 on the subject 
From: NATY-NATY  (Original message) Sent: 29/12/2009 19:25

[editar] Energias tradicionais

Por sua natureza geológica a Bolívia produz mais gás natural do que petróleo. O consumo nacional de produtos petrolíferos alcançou em 2001 a produção de 12.408.800 barís por dia, incluindo os derivados de petróleo. As reservas de gás natural teve a produção de mais de 54,9 trilhões de m3 valorizados em 150.000 milhões de dólares, é a segunda maior reserva de gás natural da América do Sul, depois da Venezuela, estima-se que as reservas aumentem de 200 a 300 trilhões m3. É a base da economia boliviana, depois da nacionalização das empresas por Evo Morales a Bolívia quebrou os contratos de exportação com países como Argentina e Brasil.

O potencial hidroelétrico está em 39.900 MW de potência, e pode alcançar uma produção de 177.669 GWh. A principal região do país é a Cordilheira oriental dos Andes que concentra a maior potencial hídrico por estar em altas altitudes, favorecendo hidroelétricas, começando na Cordilheira de Apolobamba e se estende por Muñecas, Real de La Paz, Tres Cruces, Santa Vera Cruz e Cochabamba, aproximadamente 350 km.

A indústria elétrica boliviana comprende a geração, transmissão, distribuição, comercialização, importação e exportação de eletricidade. A energia elétrica é consumida principalmente através do Sistema Interconectado Nacional (SIN) que está integrado com os principais centros de produção e consumo da Bolívia como La Paz, Cochabamba, Oruro, Potosí, Chuquisaca e Santa Cruz e cobre cerca de 90% do mercado nacional, adicionalmente se conta com pequenos sistemas com características diversas em cidades menores que cobrem o restante de 10% do mercado elétrico nacional.

A redes de distribução do conjunto de distribuidores do sistema SIN cresceram de 18.600 km a 26.000 km. No ano de 2006 exportou para países vizinhos como Paraguai, Peru, Chile, Argentina e Brasil já que foram criados mais centrais hidroelétricas que podem satisfazer a demanda de cidades locais.



First  Previous  Without answer  Next   Last  

 

©2014 - Gabitos - All rights reserved